logo
Credivertentes
     

23/04/2018
Associado inspirador: Credi conta história de empresa familiar no Jornal das Lajes

Loja especializada em alumínios mescla cooperativismo, visão de mercado e tradição em Resende Costa

Os Resende rodeados por colaboradores que fazem a Irapê acontecer. Foto Davidson Costa.

Junto aos teares de Resende Costa brilham os itens de alumínio da Irapê, loja que oferece ao público, também, peças de camisaria e para enxovais.

A empresa, idealizada pelo comerciante José Antônio de Resende há mais de 25 anos, tem na família os grandes pilares. Algo que começa no nome do estabelecimento – escolhido para homenagear os pais dele, Iracema e Pedro – e se estende à administração do negócio.

Se no final dos anos 1980 a Irapê era sonho de um obstinado vendedor “de porta em porta”; hoje é referência com o apoio e trabalho de Gilranice, Bruna e Bianca – esposa e filhas de Resende. 

 

A Irapê

Entre 1981 e 1986, José Resende cruzou 350 municípios mineiros comercializando artesanato. Na jornada, desenvolveu o talento para se comunicar e negociar. Daí veio segurança suficiente para abrir a Irapê e ficar mais perto da família.

No início dos anos 1990, apostou em camisaria. Depois, migrou para utilidades em alumínio e fez delas seu maior trunfo. Hoje, se alegra em ter mais de 1,5 mil produtos no portfólio, procurados para atacado e varejo. Pela loja, que começou na garagem de casa antes de ganhar um complexo próprio, passam revendedores e lojistas de diferentes partes do país, além de consumidores buscando qualidade e preços justos.

 

Pioneirismo

Com seis colaboradores diretos, a Irapê também desempenha papel importante em empregos indiretos. E isso faz parte de memórias antigas das irmãs Bruna, 25 anos; e Bianca, 28, atualmente chaves essenciais na administração da loja. “Meu pai conhecia bem os dilemas dos vendedores itinerantes. E sabia que muitos desistiam do ofício por falta de dinheiro para adquirir os primeiros produtos. Por isso, foi pioneiro na venda consignada”, lembra Bianca.

Nessa dinâmica, o revendedor parte da loja fornecedora com mercadorias e, na volta, paga apenas pelo material que comercializou, recebendo a comissão combinada. Estratégico, sustentável, inteligente e diferencial no negócio que, agora, quer expandir.

Em breve, a Irapê fará mais do que receber consumidores ou despachar encomendas via Correios. “Com a aquisição de um novo caminhão, aos poucos implementaremos a opção de entrega, com frete próprio. Vamos ficar mais perto dos nossos clientes e chegar cada vez mais longe”, explica Bruna.

Para adquirir o veículo, José Resende contou com crédito do Sicoob Credivertentes, de onde é associado há 22 anos. “Acredito que tudo flui com cuidado, atenção, parcerias. A cooperativa oferece isso e com ela vou continuar sempre”, encerra.

WhatsApp Email LinkedIn Google+